INFORMAÇÃO / Política

image

Novos cidadãos de Rio do Sul serão reconhecidos em solenidade


A já tradicional solenidade de outorga do título de "Cidadão Rio-Sulense" acontecerá na segunda-feira, dia 27 de novembro, a partir das 18 horas, no plenário da Câmara Municipal de Rio do Sul. Toda a comunidade está convidada para prestigiar um momento no qual pessoas nascidas em outros municípios serão reconhecidas pelo seu serviço em prol de Rio do Sul. Cada vereador sugeriu um nome, exceto Marcos Sávio Zanella, que preferiu não fazer indicações.

João Clemente Knecht foi indicado por Cariso Sávio Giacomini. Natural de Capanema-PR, chegou em Rio do Sul em 1995 e já naquele ano foi trabalhar na Empresa Transportes Mirim, como encarregado de distribuição, e continua na função. Foi duas vezes presidente da Associação de Moradores do Morro do Budag, é ministro da Eucaristia, catequista, ministro de Batismo e é coordenador do CPC da comunidade Nossa Senhora Guadalupe.

O deputado federal Jorginho dos Santos Mello foi lembrado por Mário Sérgio Stramosk. Aos 19 anos foi eleito o vereador mais jovem do Brasil, em Herval d"Oeste. Foi gerente e diretor do Banco do Estado de Santa Catarina e conselheiro do Centro de Integração Empresa Escola de Florianópolis. Foi eleito por quatro vezes deputado estadual (1995 a 2010), presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina em 2009 e chegou a assumir interinamente o Governo do Estado também em 2009. Está em seu segundo mandato como deputado federal.

Genival Francisco Ribeiro será laureado por Marcos Norberto Zanis. Natural de Bom Retiro, aos 18 anos veio para Rio do Sul e por cinco anos trabalhou em uma serralheria, depois atuando na agricultura. Em 1984 abriu um pequeno comércio na Barra do Trombudo, em seguida iniciou uma facção de malhas e, logo após, uma fábrica de jeans. Ainda é um líder comunitário e atuante na igreja.

Davi Pereira de Souza receberá a homenagem das mãos de James Rides da Silva. Capitão do Corpo de Bombeiros Militares, em 2011 foi transferido para Rio do Sul como subcomandante, e em 2014 virou comandante da 3ª Companhia, até que em agosto deste ano foi transferido para São José. Teve forte atuação nas últimas enchentes na região, em 2011, 2013 e 2015. É bacharel em Direito e especialista em Administração e Gestão Pública e em Administração em Segurança Pública com ênfase na atividade de Bombeiro Militar.

Albano Luiz Hammes receberá o título por lembrança de Eroni Francisco da Silva. Agricultor, natural de Santa Cruz do Sul-RS, foi conselheiro do sindicato dos trabalhadores rurais em sua cidade natal. Depois, foi presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Rio do Sul, do Sindicato Rural e da Associação Catarinense de Criadores Bovinos (regional Rio do Sul).

Antonio Alves de Andrade ganhou a indicação por parte de Fernando Cesar Souza. Nascido em Jucas-CE, morou em Joinville e vive em Rio do Sul há 25 anos. Trabalhou como sacoleiro, vendendo produtos como panelas e toalhas. No Jardim Alexandre abriu um comércio de artigos de cama, mesa e banho.

Cláudia Mara Fronza da Silva será laureada por Zeli da Silva. Funcionária pública municipal desde 2009, como assistente social, foi gestora de Assistência Social e Habitação entre 2013 e 2015. Também é assistente social do Colégio Dom Bosco e atuou no CASEP, no Conselho Tutelar, no asilo São Vicente de Paulo e na Empresa do Vestuário. Militante dos Direitos Humanos, foi coordenadora da Rede de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência em Rio do Sul em 2016 e 2017.

Dom Augustinho Petry receberá a homenagem das mãos do presidente Francisco Goetten de Lima. Sua ordenação presbiteral ocorreu em 4 de julho de 1965, e recebeu a ordenação episcopal no dia 18 de março de 2001. Em 2001 foi escolhido bispo auxiliar do Ordinariato Militar; em 2007, bispo coadjutor de Rio do Sul; e, em 2008, bispo da diocese de Rio do Sul. Durante a 49ª Assembleia dos Bispos do Brasil em Aparecida do Norte, no dia 10 de maio de 2011, foi eleito secretário do Regional Sul-4 da CNBB. Hoje é bispo emérito da diocese de Rio do Sul.

Miria Dorow é o nome lembrado por Maicon Coelho. Trabalhou na agricultura e em malharia em Presidente Getúlio até vir para Rio do Sul, quando trabalhou na Cravil e, em 1993, abriu com seu marido a empresa Baterias Dorow. Mulher de visão empreendedora, é conhecida como "Miria das baterias".

Relacionados

No dia 11 ocorreu a entrega dos certificados Pensando em preparar os adolescentes para o mercado de trabalho, em maio deste ano a Administração Municipal de Rio do Oeste firmou uma parceria com o Senai e com a Gerência Regional de Educação de Rio do Sul, através da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR). Com isso, foi oferecido a um grupo de estudantes da Escola de Educação Básica Expedicionário Mário Nardelli o Curso Profissionalizante de Auxiliar Administrativo. As aulas nas dependências da escola eram semanais, sempre no p [...]

Um adolescente de 17 anos foi apreendido por policiais do 13º Batalhão de Polícia Militar na tarde desta quarta-feira, 13, após cometer roubo no Bairro Progresso, em Pouso Redondo. O Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) de Taió foi acionado por volta das 16h para atender uma ocorrência de roubo a mercado na Rua Irineu Bornhausen. De acordo com a vítima, dois homens teriam entrado no estabelecimento, armados com um revólver, e levaram aproximadamente R$ 4 mil do caixa. O solicitante também repassou as características do [...]

Ação é uma forma de aquecer a economia municipal O prefeito de Rio do Sul, José Thomé, se reuniu com equipe técnica para tratar da regulamentação de comerciantes informais. A proposta é incentivar a boa prática comercial para que ambulantes irregulares efetuem cadastro na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec). Participaram da reunião, realizada na tarde do dia 14, equipe de governo e integrantes da Guarda Municipal. Ainda nesta quinta-feira haverá blitz educativa para conscientizar os ambulantes sobre a importância de [...]

Ótima notícia para o Alto Vale do Itajaí. O reitor da UDESC Marcus Tomasi ligou para o deputado Aldo Schneider e informou que o campus de Ibirama vai receber a partir de 2018 o curso de graduação em Engenharia Civil. Com o inicio deste curso, o Alto Vale terá mais uma oportunidade de estudo totalmente gratuito. A UDESC atualmente está ampliando suas dependências no município de Ibirama, com investimento e obras no valor aproximado de R$ 6 milhões. O pedido foi solicitado pelo Prefeito de Ibirama Adriano Poffo junto com o Presiden [...]

Fale conosco