INFORMAÇÃO / Economia

image

Procon de Rio do Sul fecha 2017 com 85% de resolução dos processos


Entidade se fortalece no auxílio ao consumidor com a conciliação de novas atribuições previstas em lei

A equipe do Procon de Rio do Sul encerrou o ano de 2017 com acompanhamento de 781 processos e 85% de resolução dos casos. Quem apresenta os dados é o diretor da entidade, Vanderlei Luis Waldrich. Além disso, o Procon rio-sulense passou a contar em 2017 - por meio de uma lei - com status de poder administrativo de polícia, o que possibilita a apreensão de produtos irregulares. O objetivo é incentivar as boas práticas comerciais e garantir mais segurança e equidade nas relações comerciais.

O primeiro passo do consumidor que procura o Procon é solicitar a abertura de processo administrativo. O que ocorre somente após o cliente ter procurado serviços de assistência técnica. Na etapa seguinte o Procon entra em contato com o fornecedor por meio de Aviso de Recebimento (AR). A partir da data que a empresa receber o documento, o fornecedor tem o prazo de dez dias para se manifestar. Caso a situação não seja resolvida de forma convincente para ambos os lados da negociação, é marcada uma audiência de reconciliação com representantes do consumidor e fornecedor.

O Procon realizou também 780 atendimentos, que consistem no trabalho de ouvidoria. "Na ocasião é feito o esclarecimento de dúvidas sem necessidade de registro de reclamação. Há linhas telefônicas exclusivas para atender a demanda", explica Waldrich. Em nível nacional, os recordes de reclamação são empresas do ramo de telefonia, empréstimos consignados e empresas de cartão de crédito. Já em Rio do Sul, as campeãs de reclamação são revendedoras de automóveis, instituições bancárias (devido às filas de espera) e empresas que oferecem serviço de instalação de internet para uso doméstico.

Waldrich argumenta que a resolução do caso se dá de várias maneiras. "Caso o fornecedor seja considerado responsável pela falha na prestação de serviço ou manutenção do produto é comum que seja feita a devolução de uma porcentagem do valor pago, fornecimento de peça reserva ou troca do produto. Vale lembrar que a garantia de um produto pode ser de três meses até um ano, prazo que varia de acordo com a negociação. Nós somos é uma esfera administrativa para propor a reconciliação", ressalta.

Meta é chegar a média nacional de 90% de resolutividade
Para o diretor, o consumidor tem mais força para reaver os próprios direitos ao contatar o órgão. "Hoje nós chegamos ao patamar de 85% de resolução dos casos. Estamos rumo a alcançar a média do Procon nacional que é de 90% de casos solucionados", assegura. Uma vez por semana são realizadas as audiências. Entretanto, o número pode triplicar para atender a demanda mensal. No final de 2017 o Procon de Rio do Sul realizou a média de três audiências semanais, o que totaliza 290 reuniões durante o ano. "A proposta é solucionar o caso em até 30 dias, mas o prazo é muito variável", completa o diretor.

Outra ação importante para o setor foi a inclusão do Procon rio-sulense no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec). Os dados locais são integrados ao banco de dados nacionais, o que traz mais precisão estatística. Conforme a Lei 364 decretada dia 26/07/17 o Procon passa a desfrutar de poder administrativo de polícia. Com isso, a instituição pode realizar fiscalização, recolhimento de produtos irregulares, interditar estabelecimentos e suspender atividades. Agora a instituição também é beneficiada com a vigência do fundo municipal de direitos difusos. O que garante que todo valor arrecadado por meio de multas seja destinado aos próprios cofres.

O fundo será utilizado para compra e manutenção de equipamentos e custeio de campanhas educativas. No dia 08/12/17 o prefeito José Thomé assinou o decreto 6753 que regulamenta as ações, funções da entidade, formulação de valores de multa e definição das circunstâncias em que serão aplicadas. Para 2018 o planejamento é ampliar a fiscalização e trabalhar ações educativas em escolas municipais por meio de palestras.

Serviço
O Procon está localizado no Calçadão Osny José Gonçalves, 11 - Sala 101 - Centro. O horário de atendimento é das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h. Contatos: (47) 3531-1212 ou (47) 98875-2390 (celular e whatsapp). Existe, também, a fanpage do Facebook: Procon Rio do Sul.

Relacionados

Ocorrência 01 Nesta terça feira 24, por volta das 21h na Rua dos Vereadores Bairro Itoupava em Rio do Sul, uma Guarnição da Polícia Militar se deslocou ao local dos fatos para averiguar dois masculinos em atitude suspeita, sendo que ao chegar abordaram dois masculinos que estavam próximos a via fazendo uso de um cigarro de substância entorpecente similar a maconha, sendo que um deles se declarou proprietário do cigarro. Ambos o masculinos foram devidamente revistados sendo que nada mais foi encontrado. Diante dos fatos os au [...]

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Aldo Schneider (MDB), recebeu na tarde desta quarta-feira (18) a Federação da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae-SC ) para tratar da realização da 21ª Olimpíada das Apaes de Santa Catarina. O evento, que será realizado em agosto na cidade de Gaspar, deve receber do parlamento um auxílio de cerca de R$ 50 mil em serviços. Realizada a cada três anos, a Olimpíada das Apaes espera receber, entre os dias 5 e 9 de agosto, 2 mil participantes, entre atletas, dirigentes, á [...]

A cidade de Salete recebe a partir desta sexta-feira (20) mais uma edição do Torneio Familiar de Futsal. O evento esportivo chega há 26 anos e reunirá 40 famílias de diversas regiões do Estado, em três dias de animação, reflexão, lazer e disputas acirradas pelo título. Em 2017 a competição foi conquistada pela família Hellmann. A abertura ocorrerá nesta sexta-feira (20) às 19h30min, no palco dos jogos, o Ginásio Municipal de Esportes Roberto Schreiber, no bairro Cachoeira, com a presença dos atletas d [...]

O atletismo de Rio do Sul disputa neste sábado (21) uma das competições mais importantes da temporada. É a etapa única do campeonato catarinense sub-18, que terá pelo menos 12 atletas rio-sulenses na disputa em Itajaí. Além de marcas para o ranking estadual, os esportistas vão tentar vagas para o campeonato brasileiro, principal competição da categoria na temporada. Conforme um dos técnicos da modalidade, Jeferson Bagatoli, essa será a primeira vez na temporada que o atletismo de Rio do Sul terá atletas participando das provas [...]

Fale conosco