INFORMAÇÃO / Geral

image

Iniciativa da Seades inclui pacientes do Caps


Projeto Mãos que Transformam estimula práticas artesanais e inclusão social

Despertar as habilidades e a partir daí ressignificar a própria vida. Com esse intuito foi criado o projeto Mãos que Transformam. A atividade foi concretizada por meio de parceria entre a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) e o Centro de Atenção Psicossocial (Caps). O projeto é custeado por meio de emenda parlamentar no valor de R$ 200 mil. A turma inicial conta com cerca de 10 participantes em aulas que ocorrem uma vez por semana. A atividade proporciona o aprendizado de artesanato, trabalhos de costura e marcenaria artística.

A secretária da Seades, Danielle Zanella, ressalta que essa é uma forma de integração e socialização. "Esta iniciativa também conta com apoio da Secretaria de Saúde e certamente vai transformar a vida dessas pessoas", lembra Danielle. O local onde acontece os encontros foi revitalizado justamente para atender a demanda de alunos.

"Essa é uma forma de fazer a inclusão social de pacientes do Caps. Proporcionar ocupação terapêutica, estimular o trabalho voluntário e promover cidadania. Além de sugerir o empreendedorismo e a inserção no mercado de trabalho. Quando falamos em saúde mental estamos nos referindo a toda sociedade. Cuidar da alma é uma experiência de terapia. É uma oportunidade de dar mais sentido à vida, ao voltar um olhar mais atencioso para as pequenas ações do cotidiano", diz a secretária de Saúde, Sueli Oliveira.

"O projeto proporciona qualidade de vida e incentiva o desenvolvimento e dotes artísticos", pontua o prefeito José Thomé. E complementa ao assegurar que "não há problema algum em reconhecer e lidar com os próprios transtornos. Devemos enfrentá-los e reconhecer quando necessitamos de ajuda. Promover esse tipo de ação estimula a aptidão física, artesanal, além de ser uma possibilidade de uma nova fonte de renda".

Ver a luz
A aluna Regiane Fraga, 45, natural de Lauro Muller-SC, disse que encontrou no trabalho artístico uma maneira de enfrentar a depressão e fibromialgia. "Sou paciente do Caps desde 2009, quando ainda residia em outra cidade. Gosto de trabalhar com artesanato e encontrei nesta ocupação um modo de sair do foco da dor e atualmente não fico mais trancada. Hoje voltei a ver a luz, vejo o sol. As aulas semanais me ajudaram a ter novos objetivos e metas", divaga.
Com aparente aptidão artística, a paciente do Caps enumera os trabalhos já desenvolvidos: decoração em garrafa de vinho, garrafas de canto e de centro de sala, telas em tapete, mandala em jornal, barras em toalhas de cozinha, pintura em tecido, técnicas de decoupage em vidro e crochê. "São atividades que já faço desde os oito anos de idade", relembra.

Relacionados

Quem participar do evento que divulga os resultados de 2018 e define os rumos da Cooperativa para 2019, receberá camiseta especial dos 30 anos de presença da Viacredi Alto Vale na região Atuar com transparência é um dos padrões de qualidade da Viacredi Alto Vale. A Assembleia Geral Ordinária, que será realizada no dia 27 de abril, às 16h, no Centro de Eventos Hermann H. Purnhagen, em Rio do Sul (SC), será mais uma oportunidade para todos os cooperados ficaram cientes dos resultados e aprovarem através do voto temas como a prestaç [...]

Cenários ao ar livre, figurinos e iluminação especial, além de um trabalho com mais de 80 pessoas, entre atores e equipe de produção. O teatro da Paixão de Cristo será apresentado pelo segundo ano consecutivo na cidade de Salete, na Sexta-Feira Santa (19), a partir das 19h, O espetáculo narra os últimos dias da vida de Jesus, a morte e a ressurreição. A realização do teatro da Paixão de Cristo é uma iniciativa da Prefeitura de Salete, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Desporto e Secretaria de Indústria, Comérci [...]

Do dia 6 a 9 de maio, será realizado mais um mutirão de cirurgias de catarata em Pouso Redondo. Os pacientes que possuem diagnóstico de catarata já devem procurar a Secretaria Municipal de Saúde para fazer o trâmite do encaminhamento. O mutirão será realizado no Hospital Annegret Neitzke, em parceria com o Governo do Estado. Serão efetuados 800 procedimentos gratuitos para pacientes que aguardam na fila em todo o Alto Vale. O atendimento será via o Sistema de Centrais de Regulação (Sisreg) do Sistema Único de Saúde (SUS). As c [...]

O ibiramense Lucas Borba se deu bem no Campeonato Pan-Americano de Downhill, realizado no último fim de semana, em Villa la Angostura Neuquen, na Argentina. O evento contou com os melhores atletas do continente, o que não impediu Lukinha de alcançar um título inédito na competição, o Bronze na categoria Elite. O atleta relembra a vitória de 2013, quando foi campeão na categoria Júnior. "Foi um grande dia, marcarei esse momento com todo carinho. Foi a minha primeira medalha na principal categoria do Downhill. O sentimento é único, j [...]

Fale conosco