INFORMAÇÃO / Segurança

image

Após prisão, homem confessa ter matado e esquartejado mulher em Ituporanga

Radar Alto Vale

Um bárbaro crime foi desvendado pela Polícia Civil de Ituporanga, a jovem Neomar da Rosa, conhecida como Mary Rosa, foi espancada e morta pelo companheiro Alexandre Backes, que usou um martelo para assassinar a vítima, depois esquartejou e percorreu vários pontos de Ituporanga para se livrar das partes do corpo.

As investigações começaram quando um tronco humano foi encontrado na área da Barragem Sul, margens da rodovia SC-350 na comunidade do Cerro Negro em Ituporanga.O assassino confessou o crime ao Delegado Bruno Reis, que relatou o ato cruel em entrevista nesta segunda-feira (28) a Rádio Sintonia.As investigações foram direcionadas a Alexandre Backes, depois que o pai de Mary, reconheceu como sendo de sua filha o membro encontrado na Barragem Sul.


Nas investigações foi levantado o histórico de Backes que teve boletins de ocorrências contra ex-companheiras nos anos de 2010 e 2012 por violência domestica, inclusive usando faca para cometer as agressões, apesar disso ele não tem passagens pela policia.


Matou por ciúmes
Backes disse que estava num relacionamento conturbado com Mary e que ambos encontrar-se em processo de separação, e no dia anterior ao crime, eles foram para um baile numa cidade próxima.

Durante a festa, o casal discutiu e Alexandre deixou Mary e voltou para Ituporanga, segundo o assassino, ele soube que ela teria ficado com alguém no baile e por isso, enfurecido começou a agredir a vítima quando ela chegou à residência onde moravam no bairro Gabiroba, ele usou um martelo na agressão e ela morreu na própria casa.

Depois ele esquartejou a vítima e percorreu a cidade se livrando dos pertences e partes do corpo, contou o agressor ao Delegado.

Neomar da Rosa era de Blumenau e estava residindo a pouco mais de quatro meses em Ituporanga, para onde se mudou depois de se envolver com Alexandre.

O inquérito deverá ser finalizado e o delegado afirma que apesar das informações prestadas, a frieza do elemento impressiona e o crime é enquadrado em feminicídio.

Agora a Polícia Civil vai continuar as buscas pelas demais partes do corpo da vítima

Guia de fotos

Relacionados

Nesta terça-feira (12), o prefeito Oscar Gutz, o secretário de Planejamento Lenon Serpa Damazio, o gestor de convênios Emerson Francisco de Sousa e o engenheiro civil Tiago Francisco Comper estiveram em Blumenau para duas reuniões com a Caixa Econômica Federal. ões que a Caixa Econômica solicitou nos projetos do Programa Avançar Cidades das Ruas Prefeito Osni Gomes, Eugênio Schneider, Jenny Schneider, Castelo Branco e Prefeito Querino Ferrari. O engenheiro da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi), Ariel André [...]

Estão abertas as inscrições para as escolinhas da Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Rio do Sul. As atividades são abertas para crianças, jovens, adultos, terceira idade e pessoas com deficiência, com turmas pela manhã, tarde e noite. A inscrição é gratuita, assim como os treinos realizados pelos profissionais da FMD. Não há limite de inscritos para as modalidades individuais e coletivas. As escolinhas acontecem nas seguintes modalidades: atletismo, basquete, bicicross, ciclismo, bolão 23, futebol, futsal, handebol, judô [...]

Os estudantes universitários que utilizam o transporte escolar fornecido pelo município, devem estar atentos ao prazo de validade do documento que autoriza o uso do serviço. A renovação deve ser feita a cada dois anos. Quem estiver com o documento vencido deve procurar a Secretaria de Educação de Ibirama até o dia 19 de março, portando uma foto 3X4, cópias dos documentos pessoais, comprovante de residência e atestado de matrícula ou de frequencia atualizado. Após esta data, serão confeccionados apenas as carteirinhas para alunos [...]

Deputado define como exagerado o repasse de quase 12% ao banco, para a execução e fiscalização de convênios financiados com emendas Em Brasília, o deputado Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC) denunciou, nesta quarta-feira (13), a alta taxa cobrada pela Caixa Econômica Federal para a execução e fiscalização de convênios financiados com emendas parlamentares. Em alguns casos, o valor cobrado pelo banco pode chegar até 11,94% do total destinado. "Os recursos já são escassos, é uma dificuldade muito grande para conseguirmos, e d [...]

Fale conosco