INFORMAÇÃO / Educação

image

Seades entrega certificado de panificação para pessoas com deficiência


Curso foi realizado em parceria com Apae e Obra Kolping. Capacitação atendeu 12 pessoas com deficiência

12 alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) participaram de cerimônia de entrega de certificados do curso de panificação ofertado pela Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) e Obra Kolping. A conclusão ocorreu na manhã do dia 1º de novembro. Foram oito meses em que foram ministradas aulas para produção de diversos pratos doces e salgados.

A capacitação possibilitou que os alunos pudessem aprender a produzir bolo, pão de queijo, pizza, torta, pão de leite, bolacha, diversos tipos de pães e massinhas. A duração foi de 80 horas e iniciou em fevereiro deste ano. "Por meio do Centro de Qualificação Profissional [CQP] pudemos aperfeiçoar as técnicas de panificação.

Vale lembrar que a própria Apae organiza turmas de iniciação ao mercado de trabalho. A atividade foi reestruturada e adaptada para o grupo de alunos com deficiência intelectual que não têm leitura nem escrita", enfatiza a secretária da Seades, Danielle Zanella.

Maria de Fátima de Moraes, 41 anos, diz que gostou de botar a mão na massa. "O que mais me chamou atenção foi a oportunidade de aprender a fazer pão de queijo, pizza, pãozinho e bolo". Tímida para prolongar a conversa, resume a fala ao afirmar que é o primeiro curso dessa natureza em que participa. "Estou aprendendo a preparar os pratos na minha casa", emenda.

Inclusão social
"Houve a adaptação do material escrito para facilitar o aprendizado. Cada participante levará um exemplar, com as receitas, para casa. Esse é um exemplo de ações da Seades que visa a inclusão produtiva. Em 2019 já está sendo pensado e estruturado calendário de novos eventos, inclusive para esta parcela da comunidade. Tão primordial quanto pensarmos em desenvolvimento é dar ênfase à inclusão no mercado de trabalho. Buscamos aproximar cada vez mais a sociedade em geral das pessoas com deficiência", comenta o prefeito José Thomé.

"Gostaria de destacar a seriedade com que a Apae trata os alunos. É uma instituição que transforma vidas. O meu filho a frequentou e teve um ganho no desenvolvimento cognitivo. Hoje, inclusive, recebe destaque em competições de matemática, na atual escola".

O instrutor de padaria, Valdoni Faustino, destaca que - nesta gestão - essa é a primeira turma para as pessoas com deficiência (PcD). "Com o novo aprendizado, os alunos experimentam uma nova rotina. Saem do ambiente em que estão acostumados e vivem um momento de recreação. O que não diminui a importância e seriedade do treinamento. Se, de um lado, nós inovamos na forma de transmitir conhecimento; por parte dos aprendizes é possível notar interesse, organização e comprometimento. É uma experiência realmente especial".

A atividade teve o patrocínio do frigorífico Pamplona, que cedeu os ingredientes.

Relacionados

Empresa conquistou exclusividade de uso por invenção Tão importante quanto criar um produto é ser reconhecido por essa invenção. Carlos Minelli, empresário de Rio do Sul, sabe bem disso. Anos após criar uma máquina, conquistou a patente do produto e com a ajuda de um escritório especializado em propriedade intelectual, poderá gozar dos benefícios da sua criação. O empresário e inventor entrou com pedido de patente em 2008 e o processo estava em tramitação no Instituto Nacional da Propriedade Industria [...]

Espetáculo teatral da Cia Cobaia Cênica circula pelo estado de 17 a 23 de novembro O espetáculo O que só passarinho entende, da Cia Cobaia Cênica, estreou em Rio do Sul e agora fará uma circulação por Pernambuco de 17 a 23 de novembro. Serão sete apresentações da versão da leitura encenada e duas do espetáculo completo em sete cidades pernambucanas, incluindo a capital Recife. Limoeiro é a primeira cidade a receber apresentação, que será em um local especial, pois foi nela que nasceu o ator que encena a obra, Samuel Paes de [...]

Agradecer todas as coisas boas que aconteceram durante o ano junto com os familiares do Alto Vale do Itajaí. Esse é um dos principais motivos que o Colégio Sinodal Ruy Barbosa encontra para organizar o tradicional "Passeio de Lanternas". A caminhada pelas ruas de Rio do Sul vai ocorrer no dia 22, a partir das 20 horas. "O encontro é aberto ao público e nós esperamos uma grande reunião de famílias para celebrar o momento. O evento serve também como preparação para as festas de fim de ano. É sempre bom agradecer e projetar o que vam [...]

Inauguração está prevista para o segundo semestre de 2019 Nos Estados Unidos, em San Francisco, Califórnia, ela é conhecida como Lombard Street. No Brasil, tem uma em Gramado, no Rio Grande do Sul, chamada de Rua Torta. Agora, Rio do Oeste també O diferencial está no formato, uma vez que ela é toda em zigue-zague e decorada com flores bem coloridas. "Em viagem aos Estados Unidos, conheci a Lombard Street e decidi criar um projeto parecido para Rio do Oeste. O local escolhido foi a rua Padre Domingos Fiorina, próxima da Igreja Matri [...]

Fale conosco