INFORMAÇÃO / Economia

image

Meta da Casa do Empreendedor é diminuir a burocracia para empresas


Espaço inaugurado ontem em Rio do Sul dará assessoria para empreendedores, além de acelerar procedimentos

A primeira Casa do Empreendedor de Santa Catarina foi inaugurada ontem em Rio do Sul, com grande festa e homenagem ao empresário Osni Sens, reconhecido como um dos grandes modelos de empreendedorismo da cidade. Falecido em abril deste ano, Osni dá nome ao espaço entregue na rua Presidente Kennedy, no bairro Jardim América e que atenderá principalmente, empresários em busca de assessoria e redução de burocracias para abrir e melhorar os seus negócios.

"Será muito mais do que uma sala de atendimento para aqueles que empreendem ou que precisam de mais facilidades para abrir um negócio, a Casa do Empreendedor surge da necessidade de desburocratizar fluxos e melhorar ainda mais o ambiente econômico de Rio do Sul", destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo Fiamoncini.

Para o prefeito José Thomé, incentivar o desenvolvimento econômico e a abertura de novas empresas faz com que a cidade cresça e possa melhorar em todos os aspectos. "Mais empresas ou uma melhor estrutura para as que já existem permitem mais investimentos, mais empregos, mais geração de impostos, e assim, melhora nos serviços públicos. É desta forma que queremos incentivar o crescimento da economia de nossa cidade", relatou.

A Casa do Empreendedor de Rio do Sul é fruto de uma parceria da prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Sebrae/SC que, por conta do Programa Cidade Empreendedora, prevê um espaço para atendimento a aqueles que querem investir, inovar, abrir empresas e fomentar a geração de empregos na cidade.

O principal objetivo é desburocratizar o processo de abertura de empresas. Há estimativas de que no Brasil demora-se em torno de 119 dias para que se consiga um alvará de funcionamento para um simples negócio. E a meta, segundo o secretário, é reduzir este tempo para cinco dias.

"Juntamos no mesmo local todos os serviços necessários para a abertura de empresas. Queremos também potencializar as ações das entidades envolvidas com o setor produtivo e empresarial. Temos o Plano de Desenvolvimento Econômico em mãos e uma série de assuntos precisam ser abordados e colocados em prática através deste novo espaço que estamos abrindo para o empreendedor", ressalta o secretário.

"O nome do Osni Sens representa muito bem a classe produtiva de Rio do Sul. Queremos que seu exemplo nos negócios seja fonte de inspiração para nossa cidade", declarou o prefeito José Thomé.

Relacionados

Nesta terça-feira (12), o prefeito Oscar Gutz, o secretário de Planejamento Lenon Serpa Damazio, o gestor de convênios Emerson Francisco de Sousa e o engenheiro civil Tiago Francisco Comper estiveram em Blumenau para duas reuniões com a Caixa Econômica Federal. ões que a Caixa Econômica solicitou nos projetos do Programa Avançar Cidades das Ruas Prefeito Osni Gomes, Eugênio Schneider, Jenny Schneider, Castelo Branco e Prefeito Querino Ferrari. O engenheiro da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi), Ariel André [...]

Estão abertas as inscrições para as escolinhas da Fundação Municipal de Desportos (FMD) de Rio do Sul. As atividades são abertas para crianças, jovens, adultos, terceira idade e pessoas com deficiência, com turmas pela manhã, tarde e noite. A inscrição é gratuita, assim como os treinos realizados pelos profissionais da FMD. Não há limite de inscritos para as modalidades individuais e coletivas. As escolinhas acontecem nas seguintes modalidades: atletismo, basquete, bicicross, ciclismo, bolão 23, futebol, futsal, handebol, judô [...]

Os estudantes universitários que utilizam o transporte escolar fornecido pelo município, devem estar atentos ao prazo de validade do documento que autoriza o uso do serviço. A renovação deve ser feita a cada dois anos. Quem estiver com o documento vencido deve procurar a Secretaria de Educação de Ibirama até o dia 19 de março, portando uma foto 3X4, cópias dos documentos pessoais, comprovante de residência e atestado de matrícula ou de frequencia atualizado. Após esta data, serão confeccionados apenas as carteirinhas para alunos [...]

Deputado define como exagerado o repasse de quase 12% ao banco, para a execução e fiscalização de convênios financiados com emendas Em Brasília, o deputado Rogério Peninha Mendonça (MDB/SC) denunciou, nesta quarta-feira (13), a alta taxa cobrada pela Caixa Econômica Federal para a execução e fiscalização de convênios financiados com emendas parlamentares. Em alguns casos, o valor cobrado pelo banco pode chegar até 11,94% do total destinado. "Os recursos já são escassos, é uma dificuldade muito grande para conseguirmos, e d [...]

Fale conosco